quinta-feira, 9 de abril de 2015

Pit Stop Clube do Rímel com Fernanda Queiroga

                                                             Foto: José Ewerton Almeida/Divulgação


Talento e disposição são o que não faltam para esta paraibana arretada, que carrega no currículo mais de 20 anos frente às câmeras, sendo sete no comando do programa Sempre Bem, das Farmácias Pague Menos. Fernanda Queiroga tem 37 anos e está prestes a realizar um dos maiores sonhos da sua vida: ser mãe. A pequena Ana Helena chega em outubro e Fernanda conta tudo pra gente sobre essa nova fase, sua rotina de trabalho e, claro, seus segredinhos de beleza. Vamos conferir juntas?

Como apresentadora de um programa de saúde e beleza e, agora, grávida, o que você faz para estar com a pele sempre perfeita?
Não exagero nos cuidados, mas também não sou relapsa. Primeiro, só faço maquiagem se for sair e uso bastante bloqueador solar com fator de proteção 50 no rosto. Peelings eu sempre faço no inverno. Agora, por conta da gravidez, surgiram outros cuidados. Após o banho à noite, vou dormir toda cheia de óleo para o corpo. No rosto, após lavá-lo e tonificá-lo bem, eu passo um complexo de vitamina C. De manhã, após um banho rápido e gelado, passo um hidratante específico para gestantes. Tudo especialmente recomendado pela minha irmã, que é dermatologista - ela é o meu melhor “cosmético” de beleza!

O que não pode faltar na sua necessaire de maquiagem?
BB Cream, pó compacto, rímel, blush e meu batom predileto, de cor nude. Estes produtinhos não podem faltar na bolsa de nenhuma mulher! É o nosso kit “salva-beleza” rsrsr
Honey Love é o batom queridinho

Atualmente você está com o cabelo um pouco maior, mas ele já foi curtinho, loiro... Como cuida dele?
Meus cabelos já tiveram vários looks diferentes e todos eu amei. Cada um em uma fase especial! Mas falando nos cuidados, eu não tenho grandes rituais com meus cabelos. Troco sempre de shampoo e quase nunca invisto em marcas muito caras. Os encontrados nas prateleiras das Farmácias Pague Menos resolvem muito bem o meu problema. Vou muito pelo cheiro. Uso também máscaras de boa qualidade para uma hidratação quinzenal e tonalizantes para homogeneizar a cor escura dos meus cabelos. Esses são os itens que estão na minha lista de compras.

2015 - Foto: José Ewerton Almeida/Divulgação
2009
E com a gravidez, como tem cuidado do corpo? Algum segredinho especial?
O segredo é fazer o que nos faz bem. Adoro uma massagem. Hoje faço drenagem três vezes por semana para ajudar a controlar a irritabilidade natural do início da gestação. Sou super a favor dos procedimentos estéticos, pois eles estão aí para ajudar, mas só funcionam se estiverem juntos em um pacote de escolhas saudáveis. Eles sozinhos não resolvem todos os nossos problemas diante do espelho.
Você é contra ou a favor de cirurgias plásticas?
Sou a favor de tudo o que for feito com responsabilidade e bom senso para o nosso bem-estar. Há uns cinco anos fiz uma lipoaspiração nos flancos e adorei o resultado. Foi rápido, pouco invasivo, e me limitei e resolver apenas aquele problema, que era persistente, inerente a minha genética e me incomodava. Hoje estou completamente feliz com meu corpo, mesmo agora, observando as mudanças que estão acontecendo nele.
E como está sua rotina de exercícios físicos?
Com apenas 12 semanas de gestação, atualmente, estou “quieta”. Pretendo caminhar e fazer hidroginástica assim que for possível. Antes da gravidez, fazia musculação com personal trainer, praticava squash e tinha planos de ingressar no pilates, pois sou extremamente encurtada. Confesso, sou preguiçozinha. Mas tenho total consciência da importância de se mexer. Tive uma adolescência muito ativa e tenho uma estrutura corporal que não me força a grandes sacudidas. Mas o tempo cobra impostos. E como sempre digo: Deus perdoa sempre; o homem, às vezes; a natureza nunca! Rsrsr
Musculação 
Praticando squash
Como está sendo a experiência da primeira gravidez ser aos 37 anos?
Está tudo uma maravilha! Não sinto dores, enjoos, nada disso. A cada exame, tudo corre perfeitamente bem. Nossa princesa, Ana Helena, vai chegar em plena primavera tropical! A previsão do nascimento dela é para a segunda quinzena de outubro.
Barriguinha de 11 semanas
Você é de João Pessoa e o seu marido mora em São Paulo.  Já escolheram onde a pequena Ana Helena irá nascer?
Isso! Eu sou natural de João Pessoa, meu esposo é Grego, mas mora em São Paulo, e nossa filha será paulista. É em São Paulo que vamos viver a partir de primeiro de maio, data que terei concluído as mudanças e terminado meus compromissos profissionais fora de lá. Depois dos últimos ajustes, minha vida vai se resumir ao eixo São Paulo – Fortaleza, e não mais São Paulo – Fortaleza – João Pessoa.
Com o marido, o grego Nikolas Karystinos
Você está bem feliz com essa nova fase da sua vida, né?
Não poderia me sentir mais feliz. O casamento foi uma decisão tomada com muito amor. A gravidez, pelo nosso cronograma, veio um pouco adiantada, mas pelo tempo de Deus ela está a caminho na hora certíssima. E o nome da nossa pequena é uma homenagem às nossas famílias: minha sogra se chama Ana. Na Grécia, existe uma tradição fortíssima de repetir o nome dos avós nos primeiros filhos. Mas não quis abrir mão do Helena, nome que todas as mulheres da minha família – avó, mãe, irmã, primas, tias e sobrinha – têm como segundo nome. Então, por isso, Ana Helena. Achei que ficou lindo. E forte, como eu gosto.
Como é apresentar o Sempre Bem, um programa exibido em rede nacional?
Uma das maiores realizações da minha vida. Começamos juntos, tateando, sem saber de onde cada um vinha e para onde iríamos exatamente. Foi uma aposta que deu muito certo. Hoje somos uma família. Uma ideia linda, que tem o propósito máximo de levar informações de beleza e saúde para todo o país. O que acho mais bonito no Sempre Bem é ver o quão todos ali não são de desistir das pessoas, filosofia essa que sou completamente adepta. E essa família já está junta há 7 anos!
Comemorando 300 programas no ar

Você ficou mais vaidosa depois que passou a comandar um programa de beleza?
Na verdade não. Mas fiquei mais atenta ao quesito saúde. A questão da vaidade, em minha opinião, está mais na cabeça, numa autoestima bem trabalhada. E estar cercada das pessoas certas, que te amam de verdade, é fator fundamental para você se sentir bem. Daí em diante, a coisa se retroalimenta. Vira um maravilhoso ciclo vicioso de cuidados pessoais.

Durante a sua licença-maternidade,  pretende se dedicar totalmente a sua pequena ou pensa em voltar a trabalhar antes dos 4 meses?
Nunca fui mãe, mas sei que a chegada de um bebê é uma caixinha de surpresas. Pretendo trabalhar até quando for possível viajar para Fortaleza, cidade onde gravo o Sempre Bem. Depois que Ana Helena nascer, acredito que, com certa organização e estrutura, volto ao batente em quatro meses. Quero ficar velhinha indo para Fortaleza gravar todo mês! Rsrsrs
Deu para perceber que você é movida a desafios. Já teve que superar algum bem difícil? 
Sou uma pessoa de sorte. Não tive grandes sobressaltos na minha vida. Costumo dizer que Deus é louco por mim! Mas houve uma perda, não natural e na contra mão do tempo, que aconteceu na minha família e que me faz refletir até hoje. Sempre que estou em dúvida, em conflito, penso nisso e chego sempre ao seguinte pensamento: “Seja leve, Fernanda. Apesar de tudo valer a pena, nada vale tanto a pena”. Aí eu respiro fundo, decido e sigo. Afinal, o dia é hoje, a hora é agora e o momento é já!
Família - Pai e irmãos
Entrevista com a professora geneticista Dra. Lygia Veiga Pereira, na USP, sobre células-tronco
Com ele, o poderoso Celso Kamura para o Sempre Bem
Gravação de merchan da Pampers com Rodrigo Faro


Nenhum comentário:

Postar um comentário