quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

Pelo olhar de uma fotógrafa!


Nós do Clube do Rímel adoramos o trabalho da fotógrafa Sara Feitosa e fomos saber dela como tudo começou, e ela nos contou tudo sobre a sua paixão em fotografar mulheres, quer saber mais? Então vamos lá!!!

Sara Feitosa: sensibilidade à flor da pele.

Sara Feitosa: “Eu entrei na fotografia feminina buscando um olhar diferente do que foi proposto pra mim no momento que eu escolhi o Juliano Coelho como inspiração, ele como professor sobre Fotografia de mulheres, me inspirou bastante e foi o começo de tudo. Então, já com essa vontade de fazer fotos que falassem mais sobre essa sensibilidade feminina, conversei com algumas moças para descobrir o que elas tinham de mais íntimo, pra assim poder levar essas informações para as fotos delas. Eu sempre tento descobrir quais são seus desejos, e muitas delas acabam expondo  durante a reunião pra fazer o ensaio, muito mais daquilo que elas desejam. São sonhos, medos, dificuldades e eu pergunto se é isso que elas querem pôr na foto. Durante a sessão fotográfica eu peço que elas possam se sentir  livres e que elas não fiquem com vergonha de se tocar, de se sentir, de ser mulher. Meu professor Juliano, durante todo o curso contou histórias de dificuldades de muitas mulheres, incluindo uma, que tinha um problema de saúde e que  queria sim, que aparecesse nas fotos cicatrizes da luta dela contra câncer, fotos assim serviam para mostrar  pra mostrar o quanto elas são lindas, incríveis e guerreiras da forma que elas são, com a suas dificuldades e limitações. Acontece muito de mulheres me procurarem pedindo ensaio fotográfico para mostrar o que elas não são, modelos ou coisas do tipo, e até o momento que eu peço que elas possam olhar o meu trabalho e conhecer a fotografia feminina na sua essência. Eu fotografei a minha assistente que hoje está grávida, mas que no fundo ela é uma menina. No nosso ensaio ela ficou um pouco perdida e eu, há todo momento fazia a direção dessas cenas, no curso o meu professor (Juliano Coelho) deixou bem claro que a fotografia  precisa captar mais profundo da pessoa e que nós fotógrafos temos o total domínio, pois somos verdadeiros diretores, e eu pedir pra que ela fosse apenas ela, e durante toda a sessão sempre fui deixando bem claro que era ela que eu queria fotografar, não a roupa que ela estava usando.  Eu não ia  me preocupar com o peso dela, eu queria apenas que ela se sinta a mulher mais linda do mundo, independente de qualquer coisa. E deu certo, essa é a melhor parte, quando a cliente se entrega ao meu trabalho, ao meu olhar.  Eu fotografei algumas moças, até algumas que queriam ser modelo,  mas sem deixar por exemplo a doçura e a  inocência da idade delas. Durante a conversa que temos antes dos ensaios, acontece muito de algumas mulheres se abrirem e contar sobre os seus sonhos, então dentro disso, nós criamos esse universo pra fazer as fotos, e fica incrível. Acontece também de outras moças vierem falar comigo, contar suas historias, muitas vezes tão dolorosas, e eu me sinto como um pássaro machucado pelas dores da vida e depois que é feito ensaio, feito dentro do que elas imaginaram, dentro desse “universo” que criamos, elas se sentem muito mais seguras, elas veem o resultado e chega a ser libertador, porque vejo a alma delas naquela imagem. E a fotografia é isso, não é apenas aquele velho ato de você manda posar e clica botões,  mas sim, guiar aquela pessoa que está a sua frente, entender que ela tem uma alma e que ela precisa ser tocada pela outra pessoa, que não é apenas um fotógrafo contratado que está ali fazendo seu trabalho, mas sim um ser humano que também tem coração e sentimentos, e é esse ser humano fotógrafo que precisa entrar em contato direto com o ser humano fotografado para que a foto possa ser realmente linda e puramente verdadeira.”

Foto: Sara Feitosa 

Foto: Juliano Coelho

Gente, quanta amor nessas palavras da Sara, é tão bom ter aqui no Blog pessoas assim, que acrescentam, que somam e que deixam a história do Clube do Rímel muito mais bonita. Valeu Sarinha, seu trabalho é muito lindo. Sinta-se abraçada e beijada por nós três. E quem quiser ver de pertinho o trabalho dela, é só entrar em contato, com certeza serão muito bem recebidos no seu confortável e aconchegante escritório.

Contatos: Sara Feitosa- site:www.sarafeitosa.com.br
                 celular: 085- 99749-2865



Um comentário: